Eu aceito os cookies deste website.

Usamos cookies para fazer este website melhor. Para saber mais sobre estes cookies, por favor, leia nossa Política de cookies.. Caso você continue sem alterar as suas configurações de cookies, você estará consentindo com seu uso. Porém, caso você tenha interesse em remover nossos cookies, encontrará como fazê-lo na nossa política de cookies.

Aquecimento

Compreender o aquecimento é um importante primeiro passo para que um jogador esteja pronto para o Rugby. Os objetivos do aquecimento consistem em preparar os jogadores para que atuem de forma eficiente, reduzindo assim o risco de lesões.

O aquecimento deve durar entre 10 e 20 minutos, dependendo da atividade que se segue. Deve ser versátil o suficiente para se adaptar e atender aos requisitos de uma partida competitiva ou sessão de treinamento. O aquecimento deve começar em baixa intensidade e aumentar gradualmente através de uma série de movimentos de níveis simples e gerais para níveis de intensidades maiores e mais específicos. Isto permitirá aos jogadores que preparem seus músculos e articulações para que se movam na velocidade certa e amplitude de movimentos exigida para treinamento ou jogo.

Os principais benefícios do aquecimento são:

  • elevar a temperatura corporal para que os músculos se tornem mais elásticos e, portanto, os movimentos mais eficientes£
  • estimular o coração e os pulmões para aumentar a pulsação e oxigenação
  • ativar os grupos musculares relevantes
  • melhorar a velocidade de reação através do estímulo do sistema nervoso
  • melhorar a coordenação
  • permitir que os jogadores se preparem mentalmente

O aquecimento tem três diferentes fases:

1. Mobilidade geral

Inicie o aquecimento com um trote leve / atividades divertidas para aumentar a circulação e o trabalho cardíaco, avançando para movimentos básicos a fim de soltar a musculatura e aumentar a mobilidade das articulações. Alongamentos estáticos podem ser contra produtivos em decorrência da redução da potência, relaxando o jogador ao invés de melhorar a agilidade física e aumentar a percepção mental.

Abaixo estão alguns exemplos de exercícios que podem ser realizados durante a sessão de mobilidade geral. As repetições e o tempo dispendido em completar os exercícios variam de acordo com a experiência dos jogadores e o conteúdo da sessão ou jogo que vier a seguir.


Agachamento

Agache o mais baixo possível mantendo as costas retas. Agachar de forma lenta e controlada. Olhar para frente. Manter o calcanhar no chão durante o exercício. Segurar uma bola acima da cabeça pode ser uma variação para o agachamento.



Avanço com rotação

Dê um passo para frente e flexione 90º ambas as pernas. Mantenha as costas retas e perpendiculares ao solo. Não deixe o joelho da perna da frente passar a ponta do pé da mesma perna. Realize as rotações de tronco para direita e esquerda de forma controlada. Avance com a perna posterior mantendo a flexão dos joelhos em 90º, realizando a mesma rotação do tronco descrita acima. Repita consecutivamente.




Deslocamento lateral

Afaste a perna com a perna esquerda realizando uma flexão do joelho de 90º mantendo a perna direita estendida. Volte à posição inicial e alterne a perna, realizando o mesmo movimento com a perna direita. Mantenha as costas retas durante o exercício.




Tapa nas costas

Iniciar o exercício com os braços completamente estendidos para trás. Balance os braços para frente, cruzando-os até que as mãos encostem nas costas (dando um tapa). Volte à posição inicial e repita, alternando a posição dos braços (em cima e em baixo).